Quantos amigos você tem?


"Vai lá em casa..." ou "A gente precisa se ver novamente..." ou "Precisamos marcar algo" ou "Você precisa nos visitar um dia..." - Quantas vezes você já ouviu algumas dessas frases?

- Eu já ouvi milhares de vezes... Confesso que também já as disse também...


Quando dizemos algumas dessas frases, embora o sentimento delas seje apropriado e provavelmente verdadeiro no momento, provavelmente não produzirão o fim da qual essas professam dizer.

Você provavelmente não vai ou não receberá ninguém em casa após ouvir ou dizer: "Você precisa ir lá em casa um dia..."


Eu tenho alguns conhecidos que todas as vezes que nos vêem dizem que precisamos nos ver novamente, mas nunca telefonam e nunca marcam dia e hora de visita. Mas o mais engraçado é que todas as vezes que me vêem cobram "aquela visita" que nunca aconteceu.

É como se não quisessem admitir que embora sonhem com uma visita, a prática geralmente é muito diferente. As vezes querem uma amizade mais profunda, ou um relacionamento um pouco melhor, mas ou têm medo de dar esse passo ou só dizem isso por pura educação. Não medem suas palavras.



Eu sei que todas as vezes que marquei dia e hora foi porque realmente queria a presença de amigos em minha casa. Quando marcaram dia e hora conosco procuramos sempre comparecer.


Logicamente imprevistos acontecem, mas amigos de verdade não deixam de se ver ou de se falar.


Outro dia uma pessoa me telefonou e pediu uma visita na casa de sua família. Pela nossa amizade entendi a situação e fomos. Foi uma visita extremamente agradável que renovou os laços de amizade e trouxe uma nova direção àquele lugar. Marcamos novamente para sairmos juntos e fomos. O lugar foi ainda mais agradável e ficamos muito felizes. Após isso, para que a frequência não fosse em excesso, nos falamos por telefone e procuramos saber como estavam. Após algumas semanas, notei que não se comunicaram mais e mantiveram uma comunicacao informal que nao condizia com a relacao de intimidade demonstrada nas visitas anteriores. Educadamente entendi que provavelmente se ocuparam com coisas novas. O tempo se passou, e após algumas mensagens, percebi que agora que estão bem, preferem manter nossa amizade como um "lifeline" - aquelas que você procura em casos de emergência.


Hoje vivemos em um mundo de internet, de relacionamentos à distância, de pouca intimidade, e as pessoas almejam um relacionamento mais profundo mas não sabem como obtê-lo. Percebam que pessoas assim, quando enfrentam uma dificuldade na vida, têm uma incrível "revelação" - que por mais que conheçam muitas pessoas, não têm com quem contar. Estes tipos de pessoas percebem que na hora da dificuldade não têm amigos. Eles desejam amigos, mas provavelmente não foram amigos verdadeiros de ninguém. Provavelmente acabam colhendo o que plantaram.


A maioria das pessoas passarão os próximos anos perdendo os poucos amigos que têm, ao invés de renovar velhas amizades e buscar novos amigos, por falta de educação emocional ou puro medo.


A tendência do futuro são amigos virtuais, relacionamentos à distância, ausência de toque, aumento de doenças emocionais e mentais, depressões, solidão...


Busque velhos e novos amigos. Receba pessoas em sua casa. Não jogue fora tudo o que você aprendeu com seus pais. Existem muitas coisas boas que nunca substituirão coisas novas.

Ame! Ame sem barreiras, sem fronteiras. Sim, você poderá se decepcionar, mas o potencial de ser completo, de ser aceito, de ser querido, de ser PRÓSPERO será infinito!



Sim! Jesus preenche muitos vazios! Mas, o segredo contra tudo isso ainda está nas páginas vivas do passado, a biblia:

"Amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo como a ti mesmo."


Aí está o segredo de uma vida próspera e saudável emocionalmente e socialmente.


-escrito por Adriana A. Matos :-)



Share/Bookmark

0 comments:

Twitpic

As melhores frases do Twitter (na minha opinião...)

Total Pageviews

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP